01 maio 2017

Resenha: True - Erin McCarthy


Editora: Verus
Autor(a): Erin McCarthy
Título Original: True
Série: True Believers - Livro 1
Páginas: 266
Skoob  / Comprar


Quando as colegas de quarto de Rory descobrem que a tímida e estudiosa garota nunca passou uma noite com um homem, decidem que vão ajudá-la a perder a virgindade contratando o confiante e tatuado Tyler para fazer o serviço, porém sem o conhecimento dela. Tyler sabe que não é bom o bastante para Rory. Ela é brilhante, enquanto ele está lutando para se formar na faculdade e conseguir um emprego, para, então, poder tirar seus irmãos mais novos da mãe drogada. Mas ele acaba aceitando a proposta, pelo menos como uma oportunidade de conhecer Rory melhor. Há algo nela que o intriga e o faz querer ficar por perto mesmo sabendo que não deveria. Divididos entre o bom senso e o desejo, os dois se veem envolvidos em uma relação apaixonada. Mas, quando a família desajustada de Tyler ameaça destruir seu futuro assim como o dela , Rory precisa decidir se vai cortar os laços com o perigoso mundo do namorado ou se vai seguir seu coração, não importa o preço a pagar.


“True” é o new adult escrito pela Erin McCarthy e publicado pela Editora Verus.
Teremos a história clichê de Rory, uma menina jovem, estudiosa, tímida, quieta, que está apenas pensando em se formar como médica legista e temos Tyler, um bad boy, que tem uma família difícil com a mãe drogada, um irmão com Down e um outro mais jovem e que só que se formar como paramédico e conseguir um futuro melhor para si e seus irmãos.
Quando as amigas de Rory descobrem que ela ainda é virgem, teremos duas amigas pagando Tyler para ser o primeiro de Rory.
Quem lê apenas essa premissa, pode considerar asqueroso e nojento as amigas pagarem, mas nem tudo é o que parece.

Rory e Tyler começam uma amizade muito bacana, ela o ajuda com anatomia e ele a ajuda com literatura. Eles tomam café, estudam e se divertem. Claro que existe uma química,mas Erin McCarthy foi feliz em mostrar uma amizade, cavalheirismo inerente a amizade dos dois.
Quando ambos começam a se envolver, Rory nos surpreende aceitando Tyler e seu pacote completo, sua família ruim e uma série de coisas que virão juntos. Os dois travam suas batalhas internas e externas e ficam um para o outro.
" Eu estava curiosa demais. E estranhamente atraída por ele."
O melhor foi a autora a partir de um clichê, criar algo maior e mais legal. Tyler é um bad boy que não trata mal as garotas, que é bacana, trabalhador e humano. Rory é tímida, inexperiente,mas não estupida.
" Foi aí que percebi que seria muito fácil me apaixonar por Tyler Mann."
Assim, temos um livro que traz sentimentos e reflexões, principalmente sobre drogas e seu poder de destruição, alguns palavrões e cenas sensuais apenas insinuantes. O livro me divertiu, me entreteve e não senti leviandade ou superficialidade.
“True” é um meio termo entre clichê, diversão, profundidade, reflexão, amizades, relações familiares e o poder real da amizade, amor e lealdade aos seus. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design