03 maio 2017

Resenha: Ligeiramente Perigosos- Mary Balogh

Editora: Arqueiro
Autor(a): Mary Balogh
Título Original: Slightly Dangerous
Série: Os Bedwyns- Livro 6
Páginas: 277
Skoob  / Comprar



Aos 35 anos, Wulfric Bedwyn, o recluso e frio duque de Bewcastle, está ávido por encontrar uma nova aante. Quando chega a Londres, os boatos que correm são os de que ele é tão reservado que nem a maior beldade seria capaz de capturar sua atenção.Durante o evento social mais badalado da temporada, uma dama desperta seu interesse: a única que não tinha essa intenção. Christine é impulsiva, independente e altiva – uma mulher totalmente inadequada para se tornar a companheira de um duque. Ao mesmo tempo, é linda e muito, muito atraente.
Mas ela rejeita os galanteios de todos os pretendentes, pois ainda sofre para superar as circunstâncias pavorosas da perda do marido. No entanto, quando o lobo solitário do clã Bedwyn jura seduzi-la, alguma coisa estranha e maravilhosa acontece. Enquanto a atração dela pelo sisudo duque começa a se revelar irresistível, Wulfric descobre que, ao contrário do que sempre pensou, pode ser capaz de deixar o coração ditar o rumo de sua vida.
Em Ligeiramente Perigosos, o sexto e último livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh conclui a saga desta encantadora família em uma trama repleta de cenas sensuais, tiradas espirituosas e personagens à frente de seu tempo. Ao unir um homem e uma mulher tão diferentes, ela mostra que o resultado só poderia ser um par perfeito.


“Ligeiramente Perigosos” é o sexto e último livro da série dos Bedwyns (L) escrito pela sensacional Mary Balogh e publicado pela Editora Arqueiro.
"Wulfric jamais esperava se apaixonar. Com certeza nunca esperara se apegar a alguém tão inadequado"
Conheceremos finalmente o nosso irmão mais velho, Wulfric Bedwyn, que se tornou duque de Bewcastle aos 17 anos e é conhecido pela sua frieza, falta de interação social, pelo seu poder levantando apenas a sobrancelha e o monóculo. E então, ele é convidado para uma festa no interior, onde por uma súbita loucura, ele aceita e conhecerá Cristiane, uma moça jovem, viúva, que não sai de casa, que é atrapalhada, autentica. Eles serão devorados por uma paixão, mas será que Wulfric estará pronto para oferecer o que a Cristiane quer?

Esse é de longe o melhor livro da série. Minhas expectativas estavam altas para esse livro já que Wulfric é o irmão que está sempre presente em todos os livros, o odiamos em alguns momentos e queremos entende-lo em outros.

"Wulfric queria o amor dela."
Mary Balogh com sua narrativa deliciosa nos conta o passado de Wulfric, o sofrimento de ser tirado da família com 12 anos e vivendo com tutores, o peso da responsabilidade de ser um homem rico, de terras, posses e com inúmeras famílias dependente dele. Aos 35 anos, ele não sabe mais ser Wulfric Bedwyn, irreverente, travesso, divertido, temos apenas o duque de Bewcastle.

"Para provar que ele era Wulfric Bedwyn, assim como era o duque de Bewcastle."
E então, surge a nossa mocinha, que com toda a sua personalidade única, iluminada, atrapalhada, mostrará ao nosso duque que é possível existir um equilíbrio entre dever e felicidade, que ele merece e pode ser feliz. Ela é uma daquelas personalidades que você ama cada frase, já que ela é a única que não se deixa intimidar, ela vê Wulfric como o homem que ele é e não o duque.
" A Sra.Derrick espalhava luz, apesar das sobras que ele vira nela de relance."
O livro me divertiu, me tocou, emocionou e fechou com chave de ouro essa série. Mary Balogh demonstrou com sensualidade, humor, diversão que o amor é único, capaz de fazer todas as coisas. O final é lindo, o amor é lindo e esse livro também.
“ Ligeiramente Perigosos” foi tudo e além do que esperava desses Bedwyns que deixaram saudades nesse coração leitor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design