24 maio 2017

Resenha: Dez formas de fazer um coração se derreter - Sarah MacLean


Editora: Arqueiro
Autor(a): Sarah MacLean
Título Original: Ten ways to be adored when landing a Lord
Série: Números do Amor - Livro 2
Páginas: 352
Skoob  / Comprar


Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.


“ Dez formas de fazer um coração se derreter” é o segundo livro da série “ Números do Amor” precedido de “ Nove Regras a ignorar antes de apaixonar” escrito pela maravilhosa Sarah MacLean e publicado pela Editora Arqueiro no Brasil.


Nesse romance, teremos os protagonistas, Lorde Nicholas St.John, irmão gêmeo de Gabriel – protagonista do primeiro romance – e Isabel, filha de um lorde que a deixou sem dinheiro e com um jovem conde para criar. Neste livro, Nicholas St.John faz uma viagem para o interior a fim de encontrar uma jovem, irmã de um dos seus amigos, que fugirá e graças aos seus dons de caçador, ele acaba caindo em Yorkshire, onde ele salvará Isabel de quase ser atropelada e morta. O que ele não desconfia é que essa mulher bela, ousada e auto suficiente esconde muitos segredos em sua casa e ele não poderá ignorar a atração e a curiosidade que ele sente sobre ela.
“No entanto, ela era diferente de qualquer mulher que já havia conhecido –e ele queria descobrir seus segredos. Mais do que isso: ele a queria.”
Ouvi alguns comentários negativos da protagonista, mas particularmente, eu adorei a Isabel. Ela é forte, destemida, ousada, que teve a coragem e a audácia de abrir sua casa para mulheres que não teriam outro caminho, cuida do seu irmão, arca com os consertos da casa e no fundo, tem seus traumas e sentimentos. Um pai que a deixou sem dinheiro, que a apostava em mesas de jogos, uma mãe que em seus últimos momentos a considerou egoísta e ela nunca teve a possibilidade de debutar e ser uma dama na sociedade.
“ Com aquelas garotas, Isabel encontrara um propósito –proteger mulheres maltratadas e infelizes e lhes dar uma nova oportunidade na vida.”
E temos Nicholas *suspiro*, um homem que viveu no leste europeu, sedutor, que acaba escolhendo mulheres erradas e se metendo em problemas com a justiça. Sendo um antiquário e sendo considerado por Isabel como uma chama de salvação para seus problemas financeiros, temos aquele doce equilíbrio de sedução e aqueles atritos que apenas duas personalidades fortes são capazes de lidar.
Romances de Época são por sua essência super clichês e em “ Dez formas de fazer um coração se derreter” que tem seus capítulos iniciados por pequenas notas de uma revista que ensina a suas leitoras a seduzir o seu Lorde, a mesma revista que considera Lorde Nicholas um dos pretendentes mais desejáveis da sociedade londrina.
Sendo assim, o ponto alto do romance é a narrativa da Sarah MacLean que sempre contesta o papel social das mulheres do século XIX, e nesse livro em especial, os abusos, os traumas, as dores, coisas tão comuns de nosso século – infelizmente e mais comum ainda a dois séculos atrás.
O livro me ganhou e me conquistou, com idas e vindas e melhoras, quedas. Gosto dessa capacidade da autora de escrever personagens reais e tangíveis.
“ Dez formas de fazer um coração se derreter” consolidou meu amor pela autora, me fez devorar as páginas e me conectou com personagens humanos e errôneos. Sarah MacLean escreve com maestria e doçura, fazendo o autor refletir junto com seus personagens, além da Editora Arqueiro que manteve uma bela diagramação – simples e bem feita – e a padronização das capas.

Se vocês gostaram desse post, compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário aqui embaixo, desta forma, você me ajuda a manter o blog atualizado!

Um comentário:

  1. Isabel Townsend parece ser uma mulher destemida e corajosa já que seu pai é um beberrão e mulherengo! Mas com a morte dele as coisas ficam mais complicadas, já que tem seu irmão menor!! Ainda bem que ela conhece o lorde Nicholas St. John, e juntos irão descobrir que ambos estavam errados sobre suas antigas convicções!! Ansiosa para ler!!

    ResponderExcluir

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design