20 outubro 2016

Resenha: Twittando o Amor - Teresa Medeiros

Editora: Novo Conceito
Autor(a): Teresa Medeiros
Título Original: Goodnight Tweetheart
Páginas: 202
Skoob  / Comprar


O Twitter é uma festa que nunca termina onde todo mundo fala ao mesmo tempo e ninguém diz nada...Abigail Donovan é uma escritora de sucesso. Ela quase ganhou o prêmio Pulitzer e até foi elogiada no programa da Oprah. Então, por que ela passa os dias e noites escondida no chiquérrimo condomínio onde mora, na companhia de seus dois gatos, sem conseguir escrever?Quando o seu editor a obriga a entrar no mundo das redes sociais para expandir seus horizontes, Abby imagina que vai ser obrigada a conversar com adolescentes que teclam escondido do porão de casa. Mas ela acaba conhecendo Mark Baynard, um professor britânico sexy, bem-humorado e inteligente que está viajando pelo mundo em busca de aventura. Abby tenta resistir ao seu charme, enquanto Mark começa a quebrar a resistência dela aos pouquinhos... Inclusive a resistência a se comunicar por meio de mensagens curtas. Agora que Abby voltou a escrever e a viver , ela descobre que Mark guarda um segredo que poderá mudar para sempre a vida dos dois.

“Twittando o amor” é um daqueles romances que só quis ler porque é um romance epistolar, isto é, escrito através de cartas, mensagens, diários e nesse livro, de uma forma bem século XXI, por twittes.
"O Twitter é uma eterna festa onde todos falam ao mesmo tempo, mas ninguém diz nada."

Temos uma protagonista mais madura, escritora que está numa enorme crise, vivendo como rica em Nova Iorque, vencedora de prêmios, mas Abigail não consegue escrever mais nada. Então, seu editor sugere que ela se aproxime dos leitores e do mundo, o que ela não contava era conhecer um homem que a faria se apaixonar e encantar, Mark.
Adorei o romance embora tenha tido alguns problemas com a narrativa da Teresa , é divertido ver como os personagens se conectam e como eles se auxiliam.
Abigail me pareceu imatura em alguns momentos, faltou ousadia e coragem, além da romantização que ela tem de tudo.Mark é aquele protagonista que você se encanta pelo humor e pelo jeito de ser, mas gostaria que ele tivesse sido melhor explorado pela autora.
"Eu sobrevivi a um divórcio bem amargo.Me contento com alguém que tenha alma."
O mais interessante desse livro são os conflitos e a maturidade em função da idade, a questão familiar e como eles em sua solidão se encontram.

Embora por muito pouco, a autora não tenha destruído o final, temos um romance fofo e leve, com algumas mensagens bem interessantes e sutis. “ Twittando o Amor” não me decepcionou, nem me surpreendeu, mas ele se encontra naquele patamar de livros que indico pelo humor sagaz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design