02 maio 2016

Resenha: Como eu era antes de você - Jojo Moyes


Editora: Intrínseca
Autor(a): Jojo Moyes
Título Original: Me Before You
Páginas: 277
Skoob  / Comprar


Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.
Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.





 Quando todo mundo ama um livro ,você cresce suas expectativas e pega o livro pra ler. E assim começa uma das minhas maiores frustações literárias.
"Como eu era antes de você " conta a história de Will e Lou. Will sofre um acidente e fica tetraplégico, limitando toda uma vida ativa e agitada que ele tinha, até que surge Lou. Lou tem um vida medíocre, com o mesmo namorado obsecado por corrida,um emprego num café e nenhuma pretensão futura. Até que ela é demitida e surge como última esperança ser a cuidadora de Will.
Se pudesse dividir o livro em três partes seria, Will , os dois e por último Lou, e mostrarei assim para vocês.
Quando nós conhecemos Will temos a absoluta certeza de que ele é terrível. É grosso,estúpido, mal humorado e negativo sempre. E nada disposto a diálogos, momentos.
Quando ambos começam a ter qualquer coisa próxima de um relacionamento e Lou descobre a verdadeira razão por estar lá, tudo parece se transformar e começo a visualizar o motivo de tanto amor.
Enquanto Lou tem planos para Will, Will também tem planos para Lou. E com razão, demorei a ter qualquer ligação com a protagonista porque a achava muito sem rumo,apesar de divertida e com ótimo coração.
E então, o final, a razão para toda minha frustração. Talvez meu maior problema com esse livro tenha sido as expectativas, as ideias que tinha. No fim , o livro quase não dá espaço ao romance com uma narração em primeira pessoal da Lou. Senti falta de mais momentos dos dois ,de conhecer mais o Will,mas o foco acaba sendo a Lou a maior parte do tempo. 
" Eu dispunha de cento e dezessete dias para convencer Will Traynor de que ele tinha motivos para viver"
Dessa forma, com um livro que te parece um romance e acaba se mostrando outra coisa no fim, me frustrei embora não tenha odiado.O final não foi o que sonhei, e me mantem até hoje de ter morrido na praia.Em alguns momentos inclusive me emocionei, tocaram meu coração e me fizeram quase chorar. Além disso, a reflexão que temos sobre quem é tetraplégico, um ponto de ressalva.
Se você ainda não leu esse romance,tenha em mente que o que lhe aguarda não são inúmeros momentos de casal e sim Lou e como Will modificou sua vida.
Com tudo isso, vale ressaltar que a narrativa da Jojo  Moyes foi uma das poucas razões para ter finalizado esse livro. Pretendo ler a continuação, Depois de Você e outros livros da autora.

Siga o blog nas redes sociais : Facebook|Instagram|Twitter|YouTube

3 comentários:

  1. Oie Ana.
    Bom, eu li já faz um tempo e me apaixonei pela Jojo depois deste livro. Chorei litros e também tive meus momentos de revolta com o final e pelo fato de o romance esperado ter sido frustrado. Mas achei a forma dela escrever mágica e que sim, pode representar parte de romances na realidade que por alguma circunstância não pode ser concretizado.
    A verdade é que esperamos sempre um final feliz estilo conto de fadas e nem sempre eles acontecem e acho que a Jojo neste livro trouxe uma perspectiva nova.
    Já estou com o ebook de Depois de você e confesso que ao mesmo tempo que quero saber do que aconteceu após o desfecho do primeiro livro, estou apreensiva do que a Jojo pode trazer que me deixe em frangalhos emocionalmente kkk

    Bjo

    Caroline Teixeira

    www.blogandolinhas.com.br

    ResponderExcluir
  2. eu queria o final feliz, eu precisava dele pra continuar acreditando que Lou e Will seriam felizes, só que eu não consegui enxergar que a felicidade também é uma escolha e que o que é bom para uns não é para outros
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana, amei esse livro, eu não coloquei muitas expectativas e já tinha uma ideia de como as coisas iriam terminar. Fiz a leitura tentando compreender as atitudes e sentimentos dos personagens, apesar de tudo me senti muito impotente com o fim da história, é exatamente o que você disse nos deixa com a ideia de ter nadado nadado e morrido na praia

    ResponderExcluir

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design