04 abril 2016

Resenha: O Primeiro Marido - Laura Dave


Editora: Bertrand Brasil
Autor(a): Laura Dave
Título Original: The first husband

Páginas: 305
Skoob  / Comprar

Annie Adams acredita ter tudo. Ela atravessa o mundo escrevendo sua coluna de viagens e acredita que seu relacionamento de cinco anos com o cineasta Nick é perfeito... Até ele resolver deixá-la. Pouco depois, Annie conhece Griffin, um charmoso e atencioso chef de cozinha, diferente de Nick em quase todos os sentidos. Ela rapidamente se casa com ele e os dois se mudam para uma pequena cidade rural no Massachusetts.
Uma vez lá, no entanto, ela percebe o quão pouco conhece Griffin e acaba se perguntando se o relacionamento é pra valer ou se o casamento às pressas foi pura e simplesmente um equívoco. Quando Nick retorna, pedindo uma segunda chance, Annie fica dividida entre o marido e o homem com quem tivera a intenção de casar-se e é forçada a escolher entre um deles.


Esse é um daqueles livros que através de uma série de clichês tem uma bela mensagem, uma combinação que vocês já sabem é uma das minhas favoritas. “O Primeiro Marido” vai nos mostrar a vida de Annie, uma mulher com um namoro de longa data que tem tudo para virar um casamento se Nick, seu namorado, não tivesse encontrado um antigo amor.
Arrasada, Annie conhece Griffin, um simpático cozinheiro que em três meses muda sua vida. Ela casa, vai para o interior e depois de certo tempo, Nick surge novamente e Annie se vê divida não apenas entre dois homens, mas sobre si mesma.
  



O livro é bem leve e divertido, com um humor irônico e latente. Annie é uma protagonista que não sabe muito o que deseja, e talvez ela seja como muitas de nós. Ela tem um namoro de anos e uma rotina extremamente estabilizada, não sabe nem mais o que sente por seu namorado.
Quando ela se casa, ela percebe as inúmeras consequências de sua ação e essa é uma sutileza da autora inclusive em relação ao casamento. Alguns sacrifícios deverão ser feitos e nem sempre isso é algo ruim.




O livro como um todo tem uma narrativa interessante, bem fluída, porém não foi nada excepcional, pelo contrário, talvez tenha sentido falta de uma dose de emoção e de sentimentos, embora tenha tido um final satisfatório.
A leitura trabalha com escolhas, onde apesar da tentativa de triangulo amoroso, nunca significou a “escolha” entre dois indivíduos e sim sobre si mesma. Nós, mulheres temos que ser mais donas de nossas escolhas e “ O Primeiro Marido” me relembrou disso.


 
Siga o blog nas redes sociais : Facebook|Instagram|Twitter|YouTube

2 comentários:

  1. Adorei a premissa do livro, adoro romances clichês, com triângulos amorosos e que nos identificamos com a personagem, logo, acredito que irei gostar. Entrou para minha lista de desejados.

    www.eucurtoliteratura.com

    ResponderExcluir
  2. Não conheço o livro, e não fiquei muito interessada nele.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design