28 março 2016

Resenha: O Leão Ferido - Mia Sheridan



Editora: Arqueiro
Autor(a): Mia Sheridan
Título Original: Leo's Chance
Série: Os Signos do Amor- Livro 3
Páginas: 232
Skoob  / Comprar

Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Esta história se baseia na mitologia de Leão e fala sobre as segundas chances que a vida nos dá.
Leo se apaixonou por Evie quando os dois ainda eram crianças, no lar adotivo temporário em que viviam. No futuro difícil que parecia guardado para ele, a única certeza de seu coração era que nada jamais o afastaria daquela garota.
Mas, na adolescência, ele foi adotado e teve que se mudar para outra cidade. Durante oito anos eles ficaram afastados contra a vontade e, nesse tempo, Leo precisou superar muitos obstáculos – sobretudo os problemas criados pela mãe adotiva – para se tornar o homem que merecesse Evie e pudesse finalmente buscá-la.
O reencontro, porém, não foi fácil e Leo teve que se esforçar para se reaproximar de Evie, reconquistar seu amor e, com sua ajuda, deixar para trás toda a tristeza de uma infância de abandono.
Em O Coração do Leão, Evie narrou seu lado desse romance. Agora, em O Leão Ferido, é a vez de Leo contar tudo o que lhe aconteceu e revelar o desfecho dessa história de amor.
  

Ainda bem que alguns livros possuem continuação para que possamos mudar de opinião sobre eles. “OCoração do Leão” primeiro dessa duologia foi fraco, rápido e sem sentimentos. Mas finalmente temos tudo e mais um pouco esclarecido em “ O Leão Ferido” onde temos o outro lado da história.


A maior parte deste romance é o mesmo enredo de “ O Coração do Leão” sob a ótica do mocinho, mesclando cenas desde a infância de ambos onde se conheceram no orfanato, a adoção que mudou sua vida e o acidente que o fez procurar Evie novamente, a sua domadora de leões,a mulher que ele ama. 












O protagonista é muito mais intenso e explicito em sua narrativa, nos dando uma dose maior de sofrimento, de paixão, de intensidade. Com uma visão romântica de Evie, temos ainda mais certeza de sua força, coragem e bravura que já conhecíamos desde o volume anterior.

Capítulos que mesclam presente e passado são parte fundamental desta duologia, pois ambos os livros narram o reencontro de uma história que começou muitos anos antes, além disso, ao revermos cenas e momentos passados podemos conhecer personagens que modificaram para sempre a vida de ambos.


Mia Sheridan busca sempre trabalhar algo de singular em seus livros, e temos nesses, a vida de órfãos e como é duro e difícil a vida em orfanatos, percebendo que nem sempre eles terão finais felizes.

Nos agraciando com um belo final, Mia Sheridan pode trazer a tona seus traços característicos e muita emoção e sentimento, trazendo uma série de detalhes, diálogos que complementam a obra dando a ela o mesmo tom que tem em todos os seus romances.





Com um romance simples, repleto de clichês, somos lembrados do poder do amor.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design