16 janeiro 2016

16 on 16: Quem eu?

Oi, gente! Como vocês estão?
Hoje é o primeiro post de um dos projetos que contei a vocês aqui( Projetos e Desafios 2016) e foi bem fácil criar um texto falando sobre mim, claro que não daria pra falar tudo, mas acho que falei uma boa parte e fiquei satisfeita. Esse post é uma  mudança que queria fazer aqui no blog, dar um tom mais pessoal para esse cantinho não apenas meu, mas nosso, espero que gostem.

Foto dos meus 15 anos, só porque amo demais <3


Às vezes, quase sempre e raramente nunca, me sinto presa à idade que tenho. Talvez, num meio biológico e interno, tenha meus 19 anos, porém, no coração que sente e não pulsa e na mente que pensa, sinto como se tivesse bem mais. Sempre fui mais madura do que a identidade me previa e sempre gostei disso. Sempre gostei de ser racional naquilo que a vida me pedia e sensível naquilo que a vida precisava.


Falo alto e muito, não apenas porque quero ser ouvida, mas porque a vida é muito breve para que me melindre por sussurros e frases inacabadas, esbravejo quando algo me incomoda, mexo as mãos sempre, e deixo sempre muito claro o que penso. Quem eu amo sabe que serei a primeira a dizer que estão errados.

Sou meio durona, luto pelo que acho errado ou simplesmente tomo pra mim para que funcione como desejo. Talvez seja um defeito, gosto das coisas certas, justas, bonitas, ou talvez seja apenas libriana. Sou uma manteiga derretida, choro, aconselho, suspiro, qual seria a graça de viver se não pudesse me emocionar com o pequeno e esquecer o grande às vezes?

Como, não apenas porque minhas células e corpo precisam, mas porque esse é um daqueles prazeres da vida que são incansáveis. Queimo minha língua, porque nada morno é  bom o suficiente, sinto o cheiro e aprecio a beleza. Porque os meus olhos são o primeiro paladar do meu corpo.
Natureza é apenas bela quando nenhum inseto se apresenta, ou nenhum que não sejam borboletas, que alegram os olhos e não irritam a pele. Leio, porque é mais barato e mais prático de conhecer todo mundo, além de ter sempre um aprendizado.

Não ligo para o externo e realmente não me incomodo com a opinião alheia, a vida é curta demais para que viva pela ótica dos outros, e não a minha. Ás vezes não quero maquiagem, ou roupas bonitas, algumas vezes a preguiça de apresentar um exterior, invade. Talvez seja só um desejo interno de que pudéssemos ter a primeira impressão do avesso humano.

Falo sozinha, porque ninguém além de mim mesma tem paciência pra me ouvir o tempo todo. Penso em muitas coisas, sonho acordada e tenho pouca paciência. Conviver com humanos me faz apenas querer ter mais gatos.

Tenho metas bem definidas e todas as que dependem única e exclusivamente de mim, vou realizar, com algum e muito esforço. Quero conhecer o mundo, de passaporte, malas e alguns idiomas. Minha teimosia me impele por bons e maus caminhos, e me manteve inúmeras vezes convicta de minhas ideias. Amigos são bons e necessários, mas apenas aqueles que verdadeiramente acrescentam e claro, família é muito mais que um laço de sangue.


Talvez quem sou tenha mudado, ou ainda mude, ou talvez quem sabe, quem sou ainda será descoberto.

Conheçam as outras blogueiras e me contem em uma frase quem são vocês, leitores?

10 comentários:

  1. Ameeeei <3
    Ao contrário de você, sempre me senti mais nova hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luisa! Quem me dera me sentir assim...
      Obrigada por deixar seu comentário!
      Beijooos!

      Excluir
  2. Incrível como muitas de nossas características julgamos como estranhas, e depois percebemos que elas são normais e comuns. "Falo sozinha, porque ninguém além de mim mesma tem paciência pra me ouvir o tempo todo. Penso em muitas coisas, sonho acordada e tem pouca paciência. Conviver com humanos me faz apenas querer ter mais gatos." Você me descreveu totalmente nessa frase!haha
    Lindo o texto *-*

    Beeijo!
    http://www.miopesanonimos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice!
      Além de sermos uma das primeiras da chamada, temos mais coisas em comum, isso é ótimo!
      Beijos e obrigada por comentar!

      Excluir
  3. Adorei a foto e o projeto, muito show rsrsrs.
    Aproveitando para dizer que te indiquei numa TAG.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gisele!
      Que bom que gostou!
      Obrigada por comentar!
      Beijos, Ana.

      Excluir
  4. Que lindo moça! E que linda você no início também!! Ficou ótimo, gostei de te conhecer melhor ^^
    Mil beijos;
    Anna Murça | Histórias Confessas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anna!
      Que bom que gostou, fico feliz!
      Obrigada por comentar!
      Beijos,Ana.

      Excluir
  5. Ai que lindo seu texto, adorei! Não tenho essa capacidade de falar sobre mim de uma maneira, de certa forma, poética!
    Prevejo que vou ler coisas lindas daqui para a frente com este projeto <3

    Beijinhos,
    Catarina Gomes | Cenas Duma Rapariga Complicada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Catarina!
      Acho que todas nós leremos coisas lindas daqui pra frente!
      Beijos e obrigada por comentar.
      Ana.

      Excluir

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design