06 outubro 2014

Resenha: Dançando sobre cacos de vidro - Ka Hancock


Editora: Arqueiro
Autor(a): Ka Hancock
Título Original: Dancing on broken glass
Páginas: 329
Skoob  / Comprar


Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles.
Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente.
Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética.
Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.
Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.



Essa resenha e esse livro teve um caráter muito pessoal para mim, por isso peço que me perdoem caso esqueça algum detalhe deste livro. Sempre tive uma relação muito complicada com a morte, não porque perdi entes queridos, mas porque sempre tive muito medo. E este livro assim como “ A menina que roubava livros” traz um papel muito demarcado para morte.


O livro traz a história da vida de Lucy, órfã de pai bem nova e com um histórico de câncer que pesa sobre ela e suas irmãs e que levou sua amada mãe. Bem cedo, conheceu e se apaixonou por Mickey, um homem belo, com um humor incrível, um coração enorme e bipolar, literalmente bipolar. Com um histórico que pesa contra eles, eles fizeram uma promessa que se quebrou no seu décimo primeiro aniversário de casamento.


O livro traz tantas situações e momentos que eu fico realmente sem saber por onde começar.Talvez devesse falar de um dos maiores destaques do livro: as relações familiares. É bem bacana a forma que a autora explora a relação das irmãs Lucy, Priscilla e Lily. A forma como é abordado a união, as personalidades e o relacionamento é bem demarcada. Elas perderam seus pais muito jovens e tiveram que se apoiar uma nas outras.


Outro fato que considero no livro um marco é sua visão sobre doenças e a morte, em especial sobre a bipolaridade. Admito que não li muito ou pesquisei a respeito, e ver a maneira como o personagem se relaciona com a doença através da narração intercalada foi incrível.Me fez ser mais cautelosa quanto a usar o termo bipolar, mesmo que seja de maneira casual.


Mas todo o meu foco ainda foi no tema morte e na forma que o livro relata, personifica. Lucy tem uma relação intima com a morte e isso, através de suas reações, me fez não mais teme-la. Um bom livro é aquele que você torce, que você traça um futuro e caminho. Juro que tracei um caminho feliz ao livro, até o momento que a autora destroça meus sonhos...



Porém era tão tarde, eu já estava apegada a Lucy, a sua garra, sua força, sua fé, seu coração nobre. Mickey já era uma parte minha, por nunca desistir, por tentar ser melhor, por compensar seus defeitos, pelo amor sem limites. As suas dores, seus medos e receios em alguns momentos eram os meus. Ninguém era uma linha na superfície, todos eles eram reais, profundos e humanos.

E então, com o final, que me arrancou lágrimas e parte do coração, conclui algo. Alguns livros são apenas livros, páginas e páginas que distraem sua mente e te desligam do mundo, outros, mudam sua visão de mundo e o que se passa em sua mente.


Sendo honesta, não sei mais o que declarar. Palavras jamais serão tão expressivas quanto o que senti, só leiam, deem uma chance de se apaixonar como eu me apaixonei. Agradeço a Editora Arqueiro, pela tradução e capa, e a Luara do Estante Vertical que graças a sua resenha, eu li este que é uma das minhas melhores leituras do ano.


" O amor não cura tudo, Lucy."


23 comentários:

  1. Que querido esse livro. Adorei a história, parece bem leve e super empolgando. Amei a frase: " O amor não cura tudo, Lucy."

    =D
    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi comentários sobre esse livro mas nunca tinha pesquisado nada sobre ele! Agora vou colocá-lo na minha lista de desejados pois achei super emocionante!! Boa resenha, bjks.

    ResponderExcluir
  3. Já li muitos elogios sobre esse livro, mas não sinto vontade de lê-lo. Dei uma parada nesse gênero e não me vejo lendo tão cedo.Quando animar de novo em ler esse tipo de livro, talvez eu leia esse.

    ResponderExcluir
  4. Bom, como não li a menina que roubava livros, não entendi a comparação, rs. Mas entendi o tema. Já tinha visto ele, mas nunca li nada sobre, me pareceu bem interessante. Assim que tiver chance eu o lerei.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Ana.

    Nunca tinha lido resenha desse livro, já tinha ouvido falar que ele era bom, mas nunca fui atrás de mais informações e agora consegui todas elas em sua resenha. Fico imaginando para o casal como deve ter sido difícil passar juntos 11 anos. E o que poderia dizer um milagre acontecer entre eles. Vou te falar que no momento não penso em ler esse livro, muito drama pra mim. Estou um pouco abalada com Proibido ainda. >.<
    Vou ficando por aqui.

    Sorteio: O lado mais sombrio e Atrás do espelho, participem.
    http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/2014/10/sorteio-de-halloween-novo-layout.html

    Até mais.

    ResponderExcluir
  6. Geralmente esse livro não é meu tipo de leitura, e sinceramente se não lesse, iria perder uma estória lindíssima de amor e superação. Adorei a resenha e como você, me apeguei aos personagens e chorei horrores. Não me arrependo de ter lido e com certeza foi para o topo dos meus livros favoritos.
    Bjim

    ResponderExcluir
  7. Nossa...fiquei emocionada só de ler a sua resenha, imagina lendo o livro!
    Não conhecia este livro, mas deois das suas palavras ele vai direto p a minha lista de desejos e já pulou vários outros!

    ResponderExcluir
  8. gostei da resenha e da foto com seu gatinho ali no cantinho ^^

    se puder visite meu cantinho

    http://jackelinenuit.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Que livro incrível!! Estou com ele na minha lista de desejados desde o lançamento, mas ainda não tive a chance de ler.
    O que mais gosto na proposta de "Dançando sobre cacos de vidros" é essa abordagem mais aprofundada das relações humanas e dos sentimentos e dilemas dos personagens. Acho que a trama é rica e nos faz refletir sobre nossas próprias vidas, e isso, na minha opinião, é sempre marcante e positivo.
    Espero muito que esse livro seja meu favorito também!! Acho que ele tem tudo para isso.
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Poxa, não consigo dizer muito sobre este livro, apenar de ter sido marcado como favorito, a resenha tenha sido incrivel e o livro ter um enredo tocante eu não consigo deseja-lo. Não sei explicar bem, bom... para não ficar algo vazio, ele não me tocou. Espero que dê para entender. Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Eu sou louca pra ler esse livro. Nunca li nenhum livro em que o personagem é bipolar, e também não sei muito sobre a bipolaridade, então quero muito ler esse livro por ser bem diferente. A Lucy parece ser bem forte mesmo, e acho que também vou gostar dela desde o começo. Espero ler esse livro logo e gostar dele tanto quanto você :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Confesso que já vi o livro várias vezes, mas nunca tinha parado pra prestar atenção ou ao menos ler a sinopse... e depois desta resenha me arrependo muito!!!
    Que lindo! Tudo foi perfeito em sua resenha, parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Jura que você gostou desse livro tanto assim?? Acho que tem algo de errado comigo então, eu estou há uns meses já lendo esse livro e não consigo destravar. Acho a história bem bonita, mas há algumas passagens meio desnecessárias, que acaba deixando a história um pouco arrastada. Mas fiquei curiosa pra ler o final, então vou tentar acabar o livro logo.
    Bjss

    ResponderExcluir
  14. Amo quanto tem o tema relacionamento familiar em um livro, e quando trata sobre perdas e superação também. Perdi durante 8 anos muitos parentes, até hoje choro a noite sozinha. :'( )
    Tô com um pouco de medo de ler por causa desse final arrasador.
    Amei a resenha! Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Achei a historia linda e emociante!
    É cheia de reflexão! Sem duvidas fiquei curiosa
    pra ler. Espero ter oportunidade de acompanha esta historia!
    Com muuito detalhes que deixa a historia mais real ainda

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Li muitas resenhas positivas dessa trama e estou bem curiosa para lê-la, apesar de ser um tema forte e emocionante.
    Bj!

    ResponderExcluir
  17. Eu amei cada palavras e cada foto do livro, eu ainda não conhecia ele mas eu amei a capa e o titulo, tá eu amei tudo... rsrsrsrsrsrs
    A morte é uma coisa que todos temem e gosto de livros que abordam esse tema.

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  18. Uau, impossível não ficar com vontade de ler depois de uma resenha como esta!
    Não conhecia ainda o livro, mas acho que vai me agradar também!

    ResponderExcluir
  19. Eu comprei esse livro mas ainda não o li =/
    Por falta de tempo mesmo... mas pretendo em breve. Parece ser uma história linda e emocionante.
    A capa então, é tãoooo linda! Enfim... só leio resenhas positivas da obra e espero gostar bastante também :) Aposto que será uma das minhas melhores leituras.

    ResponderExcluir
  20. Sempre soube que esse livro tinha uma grande e forte carga emocional, principalmente por abordar temas que geralmente evitamos, a morte, uma doença, problemas familiares, ter uma história falando sobre eles e com personagens tão fortes e marcantes deixa a experiência muito melhor, concordo com você certos livros nos mudam e nos levam a refletir sobre várias coisas pessoais e quando encontramos livros assim com certeza eles merecem ser lidos e sentidos com todo o coração.

    ResponderExcluir
  21. É tão legal quando lemos algo em que conseguimos embarcar e torcer muito pelas personagens, né?!?! Se bem que, pelo que vi na resenha, essa história é de destroçar nossos corações. Não sei se estou na vibe pra isso agora, mas anotei a dica.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  22. Esse livro foi um dos melhores desse ano, pra mim. Eu simplesmente não conseguia parar de lê-lo e parece que a cada página era uma lição de vida diferente. Eu chorei horrores lendo esse livro, mais do que qualquer outro.
    ''Palavras jamais serão tão expressivas quanto o que senti'' me define.

    ResponderExcluir
  23. Definir o livro é : Chorei horrores ! Mas valeu muito a pena,apaixonada.

    ResponderExcluir

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design