14 abril 2014

Resenha: Paixão Sem Limites - Abbi Glides


Editora: Arqueiro
Autor(a): Abbi Glines
Título Original: Fallen Too Far
Páginas: 190
Série: Sem Limites - Livro 1
Skoob  / Comprar



Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar.
Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock.
Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.



Todos falam dos New Adults agora, eles têm permeado as livrarias, os blogs, as editoras. Eu fui muito relutante em me aventurar nesse e em qualquer outro. Um dia, andando despreocupada pela biblioteca que frequento, eu o vi. Tímido, intocado e o peguei. Não esperava nada –e não é assim que temos as melhores surpresas? –e o li. E o livro me fisgou. Não digo que aprendi grandes lições, mas me diverti e torci.

O livro nos conta a estória da Blaire, uma garota do Alabama que tem 19 anos e perde sua mãe após anos de tratamento contra o câncer. Repleta de dívidas e sem dinheiro, ela resolve recorrer ao seu pai –uma pessoa que se ela pudesse nunca mais olharia –e ela vai atrás dele. Quando ela chega lá, é recebida por uma festa que o filho da sua madrasta estava organizando, Rush, e com isso ela percebe que seu pai viajou e se vê sem escolha.

Rush a convida para passar um tempo na casa e o que ela não esperava é que no fundo, ele sentia muito mais do que apenas amor fraterno por ela.

Blaire é aquela típica personagem de amor e ódio. Eu simpatizei com ela de cara, à medida que ela é a nossa narradora, e não apenas isso, mas ela tem um jeito muito forte. Eu pensava com frequência que ela superou muita coisa que talvez não conseguisse aguentar a metade – me sentindo a sem coragem –e ainda assim ela conseguia ser uma garota adolescente. Uma que age por impulso, que se apaixona sem querer, que se machuca .Então, Blaire é aquela doce mistura de hormônios e maturidade que eu senti falta por um tempo.


“E se eu quiser que você toque em mim?”

Rush. *suspira* Rush é aquele típico mocinho que nos arrebata o coração. Ele é errado, faz coisas mais erradas ainda, não é bondoso e generoso, mas é justo e completamente entregue a todos os seus sentimentos. É muito nobre ver, quando Blaire abre um pouco sua visão lá pela metade do livro, o quanto ele se controla. Ele sabe que não pode tê-la e isso não muda o fato de que ele a deseja de uma forma que nunca desejou alguém. Rush é um ponto de equilíbrio e de realidade que sentia falta nos livros.


“Estou me esforçando ao máximo para ficar longe de você.”

Mas o melhor de Paixão sem Limites é que o livro não se foca no casal e seus conflitos, e assim não caímos na chatice. O livro tem seus personagens secundários muito marcados como a irmã irritante do Rush, Nan, a amiga da Blaire, Bethy, e o ex-namorado e melhor amigo da Blaire, Cain. Todos eles interagem e são muito tangíveis e dão equilíbrio. É muito bom ler um livro onde o foco não é apenas o casal.

O livro tem vários pontos legais, e um deles é o cenário. Sempre adorei faroeste, cowboys e cowgirls e têm uma cena no livro que me diverti lendo porque isso fica muito claro. O livro se passa no sul do Estados Unidos e eu aproveitei pra ouvir muita música country.

E não poderia deixar de ressaltar aqui minha experiência com os New Adults. Adorei o fato que a leitura é muito leve, e relaxa minha mente de todos os trabalhos e provas que tenho que fazer. Eu consigo rir, me divertir e ter aquela leitura “ ler por ler” que há muito tempo desejava. O livro tem uns palavrões e umas cenas mais quentes, mas nada que eu já não esteja acostumada a ler.

O que eu acho da capa? A capa é simples e não é a mais bela da minha estante –apesar de não ter um na minha estante ainda –mas atende seus propósitos. O livro é fino, sem erros, com folhas amareladas e fonte feita para uma leitura acelerada. A história do livro era bacana, foi uma produção independe que tá fazendo bastante sucesso aqui agora e no mundo.

Paixão sem limites me conquistou, não de uma forma que eu esperava, mas de uma forma que me fez querer o próximo e acima de tudo, me fez gostar do gênero. Se você quer um livro com romance, agilidade, conflitos clichês e ainda assim que te dará um misto de emoções, o que você tá esperando para correr e ler esse livro?

 “Eu nunca neguei nada que quisesse, mas você é doce demais.”

16 comentários:

  1. Quando lançaram fiquei com muita vontade de ler essa série mas depois de várias resenhas com opiniões diversificadas fiquei com o pé atrás com medo de não gostar. Talvez um dia eu leia e espero gostar tanto quanto você :)

    http://nerdicesdeumagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa este livro é meu SUPER DESEJADO!
    Esta historia parece ser aquela cheia de amor, dramas e superação…Li muitas resenhas positivas tanto do primeiro como da continuação e estou bastante curiosa para poder adquirir e ler.Uma pena que não tenha gostado tanto, mas as vezes criamos muitas expectativa em relação ao livro.
    Mas adorei conferir tua resenha!!
    Beijos=)

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ana!

    Já me aventurei no gênero New Adult também, confesso que não foi a melhor leitura da minha vida, mas consegui apreciar o gênero. Ainda não li nada da Abbi Glides, mas já ouvi ótimos elogios como o seu que só me deixam com mais vontade de ler. A história tem uma premissa leve, previsível e bem interessante. Espero ler em breve e gostar tanto quanto você, viu?

    Ótima resenha!

    Beijos, http://umleitoramais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana
    Adoro essa série, foi o primeiro New Adult que li. Simplesmente amei. Como não amar o Rush?. Estou aguardando ansiosa pela continuação.

    ResponderExcluir
  5. Oi, eu estou louca para ler esse livro já tem um tempo e a continuação dele já lançou deixando-me ainda mais ansiosa para a leitura, adorei a sua resenha, e espero poder ler o livro em breve.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. A cada resenha que leio sobre esse livro, sinto mais vontade de conhecer mais a fundo essa história. Estou vendo que esse Rush seria uma das minhas quedinhas literárias, até porque ele parece ter uma personalidade forte, o que muito me atrai. Já a Blaire, realmente parece ser uma garota mais madura, tendo em vista todos os obstáculos que ela teve mesmo sendo tão nova. Esse tipo de dificuldade sempre faz com que as pessoas amadureçam, o que nem sempre é tão bom, né? A adolescência e a infância são momentos decisivos na nossa vida, não se pode pular etapas. Mas pelo que disse, ainda há indícios de adolescente na personalidade da Blair. Em suma, parece ser uma história interessante e contagiante. A capa é um arraso! Gosto do gênero, mas confesso que nem todos são tão bons, esse parece ser. Espero ter a oportunidade de lê-lo, estou empolgada.

    ResponderExcluir
  7. Eu sou apaixonada pelo gênero! Que bom que você pode se encantar com ele também..
    Eu ainda não li Paixão sem Limites, mas pelas resenhas parece uma história ótima!
    Nós sempre gostamos do BadBoy não é?! Acho que costumamos nos encantar mais com o oposto do que nos encantaríamos na vida real hahah

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  8. Como sou grande fã de New Adult, não poderia deixar de ler "Paixão sem limites"! Eu adoro essa história, ainda não li a continuação, mas pretendo ler em breve. Blaire é uma guerreira (pelo menos eu achei) e o Rush, bem, eu AINDA não gosto dele, mas vamos ver se ele muda nos outros livros da serie.

    ResponderExcluir
  9. Já li várias coisas sobre esse livro e acabei me interessando por ele. Sim, vou ler... Ultimamente tem livros de vários gêneros e temáticas e isso me faz querer ler todos...

    To te seguindo, me segue também? beijos.
    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Esse livro parece super bobinho, clichê, piegas e tudo mais, mas mesmo assim quero muito ler! Já vi tanta gente falando dele! Preciso conhecer melhor esses personagens :D

    ResponderExcluir
  11. Ja vi muito esse livro nas livrarias mais nunca parei para ler sua resenha... Adorei quero lê-lo mais que tudo amo um tipo de amor proibido em livros *--* acho que vou amar este livro...
    Amei sua resenha ficou ótima por isso que agora quero lê-lo

    ResponderExcluir
  12. Eu, sinceramente, não gosto nem um pouco de new adult, por este motivo não me interessei por este lançamento da Arqueiro. A história é bem clichê e o pessoal se decepcionou bastante com a continuação, prefiro nem arriscar.

    ResponderExcluir
  13. Eu já meaventurei nos New Adults e me arrependi, voltei correndinho pra minha zona de conforto literária haha

    Bom saber que é um livro bom e com personagens fortes...Já tenho ideia de presente, pra que gosta desse tipo de leitura :)

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana, estou louca pelo livro. Felizmente eu o ganhei, agora só falta tempo para ler.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  15. Eu li e concordo com você é bem tranquilo de ler, fininho, a história é fluida, no começo não tinha gostado do Rush, mas a gente muda de ideia até o final. O que eu não gostei foi do final do livro... não sei bem se quero ler a continuação, parece ser previsivel.
    Bela resenha.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  16. Que surpresa. Eu não leio esses estilos de livros, mas nem tento pegar na biblioteca, igual você fez hahaha.
    Para quem curte, parece intrigante, envolvente e ótimo.
    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso Top Comentarista

    ResponderExcluir

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design