13 janeiro 2014

Resenha: De Coração para Coração - Lurlene McDaniel


Editora: Novo Conceito
Autor(a): Lurlene McDaniel
Título Original: Heart to heart
Páginas: 217
Skoob  / Comprar


Elowyn e Kassey são grandes amigas, que dividem tudo. Mas uma coisa Elowyn não contou para Kassey: ao tirar a carteira de motorista, ela marcou a opção “doadora de órgãos”. Kassey descobre esse detalhe da vida da amiga da maneira mais trágica – quando o desejo de Elowyn está prestes a ser atendido.
Arabeth nunca teve a sorte de ter uma melhor amiga. Com o coração doente, ela leva uma vida protegida de tudo e de todos. Até que, aos 16 anos, recebe o telefonema que tanto esperava — mas inicialmente ela e sua mãe não sabem a quem devem agradecer.
Quando os mundos dessas três meninas e de suas famílias se cruzam, suas vidas se transformam de maneira nunca imaginada. Kassey, especialmente, encara os fatos como uma forma de manter viva a memória de sua querida amiga. Ela passa a compartilhar da nova vida de Arabeth, ao mesmo tempo em que ajuda a aliviar o sofrimento da família de Elowyn e a compreender a sua própria dor.


Quando a Nita me deu este livro para que resenhasse no blog dela, eu não sabia o que esperar até ele chegar à minha casa e eu lê-lo no dia seguinte. No começo acreditei que não gostaria da leitura, mas as páginas foram passando e eu simplesmente me encantei com o livro.

O livro narra a história de duas amigas, Elowyn e Kassey, e elas eram tão diferentes ,mas ainda assim amigas desde a infância até que Elowyn faz dezesseis anos, e ganha um carro e a partir dai os problemas começam.


“Seu nome era Elowyn Eden. Ela era minha melhor amiga. Ela morreu quando tinha dezesseis anos.”

Elowyn tem um namorado, Will, e eles vivem um relacionamento de cão e gato, brigando com uma constância enorme, e numa dessas brigas, Elowyn pega o carro e sofre um acidente fatal aos dezesseis anos de idade, levando junto a ela a alegria de toda sua família. Mas até aquele momento eles não sabiam que Elowyn era doadora de órgãos e que daria um coração novo, a doce e doente Arabeth.

O plano de fundo deste livro é a doação de órgãos e o que a autora nos apresenta como “ memória celular”. Admito que sobre a doação de órgãos , um assunto que me interessa demais, pois é algo que sou tão a favor, algo que é tão “nobre” como é citado no livro que mais pessoas deveriam ser a favor. Já a memória celular, eu desconhecia, e segundo o livro seria o fato de que algumas pessoas ao receberem órgãos de outras, adquiriram hábitos das pessoas que doaram os órgãos. Talvez esse deveria ser mais explorado.


“Sou esperta o suficiente para entender que a vida é definida por momentos decisivos que, em sua maioria, não são planejados ou esperados.”

No livro, a Arabeth adquire vários hábitos da Elowyn e isso se torna até mesmo algo estranho. Talvez seja verdade, mas no fim do livro, a explicativa que deram e outros diálogos me fizeram desgostar dessa parte. Acho que porque tive a ilusão de que a autora quis dar um “quê” sobrenatural nas últimas páginas.

Elowyn é uma personagem muito diferente do que eu esperava, ela era mais como eu, mas ainda assim não me vejo amiga dela. Ela é espontânea , alegre, pra cima, com uma família que a ama, um namorado dos sonhos. Ela é pouco explorada no livro, ela aparece pouco e depois a conhecemos apenas através de outros, porém ela sempre é mostrada como uma pessoa muito amada.

Kassey é mais o tipo que faria amizade, ela é desconfiada, ela é durona, mas tem um coração gigante. E é muito bacana vermos através dos olhos da Kassey seu amor por sua amiga. Ela foi de longe minha personagem favorita neste livro.

Arabeth foi incrível, ela é tão tímida, de bom coração, de uma inocência tangente. Ela é aquela que queremos proteger, embora ela talvez não precise ser protegida. E com o tempo, os hábitos e as aproximações em função da Elowyn começam a culpa-la e a corroer seu íntimo.


“Será que algum dia eu ficaria livre de Elowyn Eden?”

No livro outros personagens foram fundamentais, como a família da Elowyn, seu pai e sua mãe, e a família dos outros. E claro que Will também.

O livro, apesar de ser uma leitura bem tranquila pelas poucas páginas e narração, traz lições belas de amizade, amor, relação e tudo mais. O livro conseguiu me emocionar, embora não tenha derramado lágrimas. Minha única ressalva foi o “quê” sobrenatural que a autora quis dar no fim do livro, que não funcionou.

Lurlene McDaniel tem uma narrativa muito gostosa, que faz com que você leia e leia e leia sem parar, além daquele delicioso tom melancólico. E a forma que ela dividiu o livro em três partes, com grandes acontecimentos no final deles e com uma narração centrada ora pelo ponto de vista de Kassey, ora Arabeth; foi incrível para termos uma visão geral.

A Editora Novo Conceito foi muito feliz com sua capa simples, mas bonita, com relevo nas digitais formando um coração, no título que se manteve original praticamente e com todo cuidado por dentro, nas páginas que possuem aquela folha amarelada e nos detalhes no início de capítulo.

Recomendo este livro a todos que gostam de leituras leves e emocionantes, e para aqueles que se interessam nos assuntos de doação de órgãos e memória celular.

O livro me conquistou com sua leveza, mas com sua grande mensagem.


“Eu sei que ela era uma pessoa maravilhosa.Sei que vocês dois a amavam. E sei que vocês estão aqui porque eu lembro Elowyn. Eu entendo. Mas apenas se lembrem... sou Arabeth Thompson. É quem eu sempre serei. É quem eu quero ser para sempre.”

19 comentários:

  1. Eu já tinha ouvido falar deste livro, mas não tenho muito interesse na leitura por não fazer meu estilo de livro. A capa ficou mesmo bem bacana, adorei as digitais formando um coração!

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bom, e a capa é linda, então...
      Eu sinto não ser o seu tipo :(
      Obrigada por comentar e retribui o comentário.
      Beijos.

      Excluir
  2. Faz alguns minutos que também li outra resenha deste livro. A história parece ser emocionante e até mesmo reflexiva. Até então eu não tinha ouvido falar sobre "memória celular", mas confesso que sempre imaginei que algo parecido acontecia. É interessante porque não consigo imaginar um final para o livro, isso me faz querer ainda mais lê-lo. =D

    Beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O final é bem equilibrado, Daiana. E melhor ainda faz sentido.
      E a parte da memória celular é mal usada no livro, sei lá...
      O livro é bom de verdade então dê uma chance.
      Obrigada por comentar.
      Beijos e até mais.
      Ana

      Excluir
  3. Oi Ana, tudo bem? Finalmente passei por aqui né?!

    Acho a ideia desse livro incrível, gosto muito de obras que focam em temas reais, como nesse caso a doação de órgãos, e que com muita emoção fazem o leitor refletir.
    Eu imagino que a trama deva ser bem envolvente, e que as lições ditadas bem reais. Fiquei curiosa.

    Beijos

    Pah, Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o livro é bem tocante e você deve gostar dele quando o ler.
      Beijos e até mais.
      Obrigada por comentar!

      Excluir
  4. Adorei a resenha, nunca li nenhum livro que abordasse esse mesmo tema e percebo que é mesmo uma estória muito emocionante e cativante. Achei a capa linda e gostei de saber que o livro também passa mensagens de amor e amizade verdadeira, adoro leituras que nos deixa alguma lição!
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então leia, Dani.
      Vai ser bem bacana se você gostar da leitura e eu tiver um dedinho.
      Obrigada por comentar.
      Ana.

      Excluir
  5. Parece bom e ainda mais com um assunto tão importante, sei que você não gostou dessa parte sobrenatural, mas eu acho que eu tenho tendencias a gostar
    Portanto acho que vou colocar na minha lista de 2014

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro sobrenatural, mas nesse livro não tinha o porquê de existir.
      Mas tá valendo.
      Beijos e até mais.
      Obrigada e o leia.

      Excluir
  6. Esse livro parece ser lindo. Nunca li nada que falasse de transplantes de uma forma não didática e, só por isso, o livro já chamou a minha atenção.
    Parece ser uma história que permite a reflexão dos leitores sobre o que realmente é importante.
    Gostei bastante da capa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Capa é linda, Pamela. Eu gosto muito.
      E é legal a forma não didática que o livro é abordado...
      É com certeza uma boa leitura.
      Obrigada por comentar.

      Excluir
  7. A capa tem alguma cousa em especial que me atraiu. Pela resenha percebi que deve ser uma história cativante. Parabéns, você consegue passar o clima do livro para o leitor através de suas resenhas!
    Abraços ,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Capa é linda demais mesmo, Ycaro!
      Obrigada pelo elogio, eu tento fazer com que vocês pensem em comprar e ler e o livro.
      Beijos e até mais,
      Ana.

      Excluir
  8. Amei a resenha,transmitiu muito bem a mensagem emocionante por sinal!
    Não sabemos nem temos noção depois da doação,como vivem,se adaptam,encaram a realidade ainda ais sendo de um amigo(a)!
    Já estar na minha lista de desejados, e espero poder conferir em breve!!
    Parabéns pela resenha Ana!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ler esse livro..sua resenha ficou ótima..a capa me chamou atenção tudoo desse livroo!

    ResponderExcluir
  10. O tema do livro parece ser bem interessante. Não conhecia esse negócio de memória celular, uma pena não terem explorado mais sobre o assunto.
    Esse "quê" sobrenatural que você citou não me agradou muito, parece que deixou o livro um pouco forçado.
    Queria um livro que me emocionasse bastante, mas acho que não será esse, sou bem difícil de me emocionar.
    A capa está linda!
    Beijos!

    http://temponaoperdido.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  11. Apesar do enredo parecer ótimo e tudo mais, este livro não me chamou a atenção =/ Uma pena... mas quem sabe mais para frente.

    ResponderExcluir
  12. Adorei sua resenha, o livro parece ser muito bom... e esta capa??? e linda essas digitais em forma de coração adorei...

    ResponderExcluir

Obrigada por lerem! Comentem e deixem seus blogs, vou visitar com toda certeza, e voltem sempre.

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design