20 janeiro 2017

10 livros para 2017|| Vídeo


Oi, gente! Como vocês estão nesse ano que começou?
Ano novo e novas metas... Diferente do ano anterior, não vou participar de muitos desafios e projetos, mas separei 10 livros que desse ano não vai passar e estou bem ansiosa...
E vocês, tem metas para esse ano? Confiram as minhas e me contem a de vocês!



Espero que tenham gostado e me contem suas metas para esse ano.Beijos!
19 janeiro 2017

Resenha: Pecados de Inverno - Lisa Kleypas


Editora: Arqueiro
Autor(a): Lisa Kleypas 
Título Original: Devil in winter
Série: As Quatro Estações do Amor - Livro 3
Páginas: 277
Skoob  / Comprar

Agora é a vez de Evangeline Jenner, a Wallflower mais tímida que também será a mais rica quando receber sua herança. Mas primeiro ela tem que escapar das garras de seus ambiciosos parentes, Evie recorre a Sebastian, visconde de St Vincent, um conhecido mulherengo, com uma proposta incrível: que se case com ela!A fama de Sebastian é tão perigosa que trinta segundos a sós com ele arruínam o bom nome de qualquer donzela. Mesmo assim, esta cativante jovenzinha se apresenta em sua casa, sem acompanhante, para lhe oferecer sua mão.Mas a proposta impõe uma condição: depois da noite da lua-de-mel, o casal não voltará a ter relações íntimas. Evie não deseja torna-se apenas mais uma que Sebastian descarta sem piedade, o que significa que Sebastian simplesmente tem que trabalhar mais duro na sua sedução... ou, talvez entregar seu coração pela primeira vez em nome do verdadeiro amor.


Alguns autores, por mais que tenham alguns livros melhores que outros, nunca nos decepcionam e Lisa Kleypas é uma delas. Depois de tamanha expectativa em cima deste livro, tive a grata surpresa de termina-lo sem decepções.
“Pecados no Inverno” é o terceiro livro da série “ As Quatro Estações do Amor” precedido de “Segredos de uma noite de verão” e “  Era uma vez no Outono” e saliento que este se tornou meu favorito da série.
Em “Pecados de Inverno” temos a tímida e gaga, Evie, que a fim de se livrar das garras cruéis dos seus tios e poder estar ao lado do seu pai em seus últimos momentos, ela propõe um casamento de conveniência para Sebastian, o maior libertino da sociedade londrina e o mais desesperado para ter uma noiva com dinheiro.
Com um casamento de conveniência, ambos começam a se relacionar sobre o pretexto que após a noite de núpcias, eles nunca mais dormirão juntos e sabemos que isso nunca será levado a sério, quando a atração e os sentimentos falarem muito mais altos.
Evie é uma daquelas protagonistas que se revelam, nos livros anteriores ela não foi muito abordada então, qual foi a nossa surpresa encontrar uma protagonista forte, decidida, apaixonada, apaixonante e que se entrega aos seus sentimentos e paixões, capaz de dobrar St.Vicentin como nenhuma outra mulher.
Sebastian teve um passado triste e solitário, acabando sem saber o que é amar e ser amado, entrando assim num mar de libertinagem. Quando Evie, tímida, virgem, inexperiente balança seu universo, vemos ele se render e lutar contra a avalanche de sentimentos que começa a crescer entre eles.
Para um livro com menos de 300 páginas, seu fluxo de narrativa é ágil, completo, numa profusão de acontecimentos que te prende ao ponto de ler esse livro em poucas horas. Muita ação, vingança, cenas sensuais ocorrem em tão poucas páginas, deixando um gostinho de quero mais e uma saudade por querermos mais desse casal envolvente e apaixonante.

"Não posso imaginar nenhuma atividade mais estimulante do que ler. Porque, às vezes, quando a história é particularmente envolvente, sinto meu coração disparar."

Esse livro, cronologicamente, ocorre antes dos “ Hathaways” sendo assim, temos a presença do Cam, o protagonista de “Desejoà meia-noite” que me fez matar as saudades.
“ Pecados de Inverno” consolidou ainda mais Lisa Kleypas como uma das minhas autoras favoritas, me guiando num ritmo intenso e apaixonado por um romance que tem tudo que mais amo: calor, redenção, humor ácido, fluidez, paixão, e muito, muito amor em todas as suas mais deliciosas formas. 
18 janeiro 2017

Resenha: O garoto do cachecol vermelho - Ana Beatriz Brandão


Editora: Verus
Autor(a): Ana Beatriz Brandão
Páginas: 277
Skoob  / Comprar

Uma história comovente, recheada de drama, suspense e romance
Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho... Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.


Alguns livros tem uma fórmula simples para despertar seu interesse. É do seu gênero favorito –romance e suas inúmeras vertentes –, tem um nome, “ O garoto do cachecol vermelho” que parece ter uma conexão na história – e que a autora explica durante o livro – e uma sinopse atraente. Fui sem grandes expectativas, sem esperar um grande romance e encontrei um livro com uma lição linda, com um casal que escolhi com um dos melhores de 2016 e que me fez chorar demais.
“ O garoto do cachecol vermelho” é um romance, young adult, escrito pela brasileira Ana Beatriz Brandão publicado pela Editora Verus, com um trabalho lindo. O livro traz a vida de Melissa, uma bailarina egoísta, sofrida, egocêntrica, que não se importa com nada além de si mesma, grossa, fria, esnobe. Uma personagem daquelas odiosas e que você quer matar, um personagem que não tem como ser amado.
Num outro ponto temos Daniel, um menino de coração bom, que ama a todos, respeita as diferenças, que faz a diferença. Amado e querido, dono de uma voz incrível para ser compatível com seu coração. Quando numa noite de Ano Novo, eles se conhecem, se esbarram e Daniel descobre que Melissa tem que ser mudada, transformada, melhorada, ele imediatamente a escolhe.
E então, nasce um romance, um relacionamento transformador que faz com que tenhamos mais fé nesse sentimento tão difícil de ser acreditado. O livro passeia por inúmeras emoções e temos o melhor de ambos os personagens, suas personalidades tão tangíveis.
O final é triste,mas lindo, tocante, profundo, condizente embora não seja o desejado por todos nós, que nos apaixonamos por esses personagens.
Ana Beatriz Brandão se mostra uma autora jovem e repleta de capacidades, de nos tocar e emocionar, de nos envolver em suas palavras e retratar os seus sentimentos por essa história.
“ O garoto do cachecol vermelho” é um romance tocante, singelo e singular, que aquece e destrói seu coração, que nos faz pensar o quanto precisamos ser melhores do que somos.

"O amor é uma coisa estranha, é como areia movediça. Quanto mais lutamos para sair, mais profundamente nos vemos presos a ela."
02 janeiro 2017

Layout Novo + Metas para o blog/canal em 2017




Oi, gente! Como vocês estão? Como foram de virada de ano?
Primeiramente - não é Fora Temer - eu quero desejar a todos, novamente, um lindo 2017! Com muita saúde, paz, alegrias, felicidade, que Deus nos abençoe muito e que tenhamos leituras sensacionais.
Vocês devem ter reparado que o blog está de cara nova e com isso, mudanças vão acontecer...
Quero agradecer a Mandy, que fez essa linda ilustração com todos os detalhes que pedi. A bandeira do Canadá, a Jujuba, minha gata, os meus livros do coração: "Dançando sobre cacos de vidro","Sedução de Seda" e "Desejo a meia-noite", além de claro, uma bela xícara de chá.
Depois, mas não menos importante, a Lariz que transformou esse layout em algo lindo e feminino e adaptado para mobile.
Com isso, tenho novas metas e planos para o blog. Me dedicar mais ao blog e ao canal tem se tornado metas constantes para mim, porém, 2017 é um ano onde começo a escrever meu TCC, onde a faculdade pesará e com isso, não sei o quanto vou poder me dedicar.
Para isso, preciso de ajuda e finalmente vou abrir o blog para colaboradores, pessoas que queiram falar de assuntos que não abordo e que sinto falta. Caso você queira ser uma dessas pessoas, preencha o formulário abaixo e me faça feliz!

Além disso, o blog não é um espaço só meu, faço ele para os leitores deste blog que me acompanham sempre, sendo assim, a pesquisa de opinião estará sempre aberta para vocês deixarem suas opiniões e sugestões, embora, vocês possam sempre falar comigo pelas redes sociais.



Metas para o blog em 2017 

Estipulei 8 metas que quero alcançar de número e realizações, será que consigo?
  1. Postar 3 vezes por semana no blog, pelo menos.
  2. Chegar a 10 mil seguidores no facebook
  3. Chegar a 3 mil inscritos no Canal
  4. Chegar a 3 mil seguidores no Instagram
  5. Postar um vídeo por semana pelo menos
  6. Fazer o VEDA em abril
  7. Falar mais sobre minha vida pessoal
  8. Falar de filmes e séries
Que 2017 seja um ano de sucesso para todos nós!

30 dezembro 2016

16 lições de 2016|| Mundana

Todas as vezes que entro no Facebook, leio o quanto o ano de 2016 foi ruim. Concordo que para o Brasil foi um ano complicado, economicamente e politicamente, além das perdas que tivemos de pessoas queridas, porém, quando o assunto é a minha vida pessoal foi um ano lindo com muitas lições e conquistas.

16 lições de 2016


1- Sempre confie no seu potencial
2- Quando o assunto são amigos, prefira a qualidade a quantidade
3-Fazer Ciências Atuárias foi uma das melhores escolhas da minha vida
4- Todos os sonhos são realizáveis se você agir
5- Prefira gatos, cachorros, pássaros a seres humanos
6- Não se meta em discussões inúteis no Facebook
7- Um dia vou voltar a dar aula, mas dentro do que amo
8- Não preciso ser magra para conquistar qualquer coisa profissionalmente
9- Sai da sua zona de conforto para músicas
10- Amigos são para os piores momentos
11- É possível ser feliz sozinho
12-Sou uma ótima cozinheira
13- Obrigada aos meus pais por me colocarem no curso de inglês
14- Existe uma longa distância entre trabalho e profissão
15- Sou muito boa no que faço, seja o que escolha fazer
16-Se não for para ser 100%, não faça

Além disso, em 2016, bem no início do ano fiz um post de metas para 2016, vamos ver quantas eu conclui?
fonte                                                                                                                                                                                 Mais:

Metas de 2016


  • Usar protetor solar: Bom, essa foi uma meta que não rolou, mas vamos tentar de novo?
  • Aprender mais sobre maquiagem: Tentei de verdade começar essa, porém, descobri uma provável alergia a maquiagem então estou esperando resultados.
  • Continuar cuidando de mim: Cuidei bastante, unhas, cabelo, médicos, saúde...
  • Viajar: Quase não viajei, só meu aniversário que fui para Santa Catarina, mas trabalhando e fazendo três semestres em um ano foi difícil.
  • Destinar um dia do mês a mim, somente a mim: Consegui passear mais, comprar roupas, ver filmes, ser feliz sozinha...
  • Conseguir meu estágio: Consegui não apenas o primeiro, como consegui um segundo para uma multinacional e estou imensamente feliz lá <3
  • Postar mais no blog e crescer: Tentei, né? Mas faculdade e trabalho me limitam, mas crescemos no insta e no canal...
  • Ler mais: 2016 foi um mês de 50 e poucas leituras, um número bom mas não ideal!
  • Fazer atividade física: Não rolou, mas vamos tentar de novo...
  • Fazer mais vídeos e crescer no Youtube:  Crescemos, tivemos mais interação e estamos rumo aos 1000 inscritos agora!
Me contem quais foram as lições e realizações de 2016! Aproveito para desejar um 2017 repleto de saúde, luz, alegria e felicidades para todos vocês!!!

Design e Ilustrações por Ilustranos ♥ Desenvolvimento por Moonly Design